(Português do Brasil) ROHR na Petrobras REPLAN – Refinaria de Paulínia.

Para traducir este contenido, utilice google translate, o seleccione el idioma.

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil y Inglés Estadounidense. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in this site default language. You may click one of the links to switch the site language to another available language.

ROHR_006_Editorial_NovembroA REPLAN, Refinaria de Paulínia, é a maior do Brasil em capacidade de processamento de petróleo da Petrobras. A produção chega a 415 mil barris de petróleo por dia e corresponde a 20% de todo o refino de petróleo no país. Inaugurada em 1972, a refinaria possui uma área total de 9,1 km² e atende grande parte do Brasil.

Unindo grandes forças.

Um local com tamanha importância para o país precisa que suas paradas de manutenção sejam feitas com parceiros confiáveis e que disponham de equipamentos, projeto e equipe com alta expertise para um trabalho de alta produtividade e bem executado. Por essa razão, a REPLAN contratou a ROHR para atingir esses objetivos.

Qual a solução encontrada?

A ROHR propôs para a REPLAN ações assertivas e eficientes para a parada de manutenção da Tocha II da unidade U-730ª. Foi designada a utilização de materiais próprios, evitando assim a fabricação de complementos metálicos de gravata que dependeriam de fabricação de terceiros por um custo maior. Foi realizada a montagem de torre tubular para ancoragem do sistema do elevador, o que permitiu ganho em segurança na montagem deste e dos acessos de desembarque, prontos em qualquer altura que viessem a necessitar.

Dessa forma, a ROHR uniu economia, segurança e praticidade em todo o desenvolvimento do projeto.

Quais os materiais utilizados na torre tubular de ancoragem do elevador?

A torre do elevador possui 125,00 m de altura e foram utilizadas em sua montagem e ancoragem tubo equipado, pranchas de alumínio, pranchas de madeira, módulos de torre e a cabine de operação, além dos acessórios de segurança para o embarque/desembarque da cabine.

Qual a quantidade total de materiais utilizados no projeto?

  • 6.000 ml de tubo equipado.
  • 12,50 ml de pranchas de alumínio.
  • 45,00 ml de pranchas de madeiras.
  • 83 pç de módulos de torres de elevador.
  • 13 pç gravatas de ancoragem tipo IV.
  • 1 cabine de operação 15/30.

Foi alcançada a produtividade esperada com todo o processo?

Sim. Apesar das dificuldades locais, vemos esse alcance ao percebermos que foram realizadas em 23 dias as seguintes etapas:

  • Montagem da estrutura tubular.
  • Montagem das torres e cabine de operação do elevador.
  • Montagem de três plataformas para embarque/desembarque da cabine.
  • Automação das cancelas das plataformas de desembarque.
  • Realização de testes obrigatórios pela Petrobras.
  • Entrega técnica para o cliente.

ROHR e REPLAN, exemplo de parceria.

Assim como a realização desse projeto, a ROHR possui diversas soluções eficazes para atender de forma positiva cada um de seus clientes, não importa quais desafios surjam à frente. Conte com a ROHR!

Compartilhar
Quiero pedir presupuesto