Quais materiais ideais de escoramento para cada situação?

Sempre ouvimos dizer que cada caso é um caso. Neste post, iremos discutir sobre fatores que podem definir qual tipo de escoramento será o mais adequado para a sua necessidade, sempre buscando o melhor custo-benefício do m3 de concreto aplicado. Veja abaixo e não erre na escolha do material. Leve em conta:

O tipo de obra permanente a ser escorada: para construções pesadas, materiais em aço são os mais indicados, em função da sua maior resistência e maior durabilidade. Já nas construção de pontes e viadutos moldados in loco, onde não há condições para um escoramento direto no solo, o balanço sucessivo dá o sustento necessário para a continuidade da construção. Mesas voadoras são indicadas em construções com lajes de grande dimensão, onde a interferência dos pilares na planta é mínima, facilitando assim o deslocamento horizontal do conjunto.

Período de execução da obra: analise se o material escolhido para o sistema está de acordo com o período ao qual este será solicitado. As escoras metálicas, respeitando os seus limites de carregamento, podem ser reutilizadas por um longo período sem perda de capacidade de carga e deformações, o que, nesse caso, contribui com um melhor custo-benefício. Por meio de sua maior capacidade de carga, a escora metálica proporciona também uma maior distância entre montantes, tendo assim uma quantidade de material necessário menor se comparado à madeira. Isso proporciona menor quantidade de mão de obra para montagem, desmontagem e movimentação do equipamento, além de um espaço livre entre montantes maior para movimentação.

Número de reaproveitamentos: a durabilidade da escora metálica é, sem dúvidas, superior às demais. No entanto, se formos utilizá-la apenas uma vez, materiais em madeira podem oferecer um menor custo. Porém, deve-se levar em conta a legislação, pois em alguns locais só é permitida a utilização de madeira de reflorestamento.

Região onde a obra está sendo executada: a região onde a obra se localiza também influencia no tipo de escoramento. Em estados com abundância de madeira podemos ter esse material por um menor preço. Em locais com altos índices de roubo devemos evitar materiais em alumínio. 

Viu só? Analise esses fatores antes da sua compra e garanta uma obra com os materiais certos para que haja uma conclusão satisfatória. Faça um planejamento adequado e adquira o melhor sistema de escoramento para o seu projeto.

Compartilhar

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz