Andaimes – Segurança nas alturas.

blog_Rohr_01Hoje, iniciaremos uma nova série de posts em nosso blog. Enxergando a necessidade de falar sobre o assunto, reunimos pontos principais a serem tratados sobre andaimes, equipamentos úteis e necessários para diversas obras. E para começarmos, vamos explicar para que serve um andaime e quais tipos podemos encontrar no mercado.

O que é e para que serve um andaime?

Basicamente, andaimes são estruturas utilizadas para executar trabalhos em altura com segurança  ao trabalhador. No dia a dia, vemos andaimes serem utilizados em diversos tipos de obras ou reparos, como limpeza, manutenção, demolição, etc.

Segurança em 1º lugar.

A segurança do trabalhador é tão importante que a NR 18 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção, nos itens 18.15.1 e 18.15.2 estabelece que “O dimensionamento dos andaimes, sua estrutura de sustentação e fixação, deve ser realizado por profissional legalmente habilitado e devem ser dimensionados e construídos de modo a suportar, com segurança, as cargas de trabalho a que estão sujeitos.”

Para cada necessidade, um andaime mais indicado.

Certo. Então, se preciso realizar uma obra em locais elevados, preciso de um andaime. Basta procurar um? Quase. Vamos mostrar agora a utilização de diferentes tipos que podemos encontrar para adequar-se à necessidade da obra.

Torre isolada: esse modelo consegue atingir um local específico na obra. Utilizado em construções e manutenções no geral.

Fachadeiro: o andaime fachadeiro é bem conhecido e um dos mais utilizados em fachadas de edifícios. Com certeza já vimos algum ao fazer uma simples caminhada pela cidade.

Andaime tubular suspenso: esse tipo é conhecido por ser montado e engastado abaixo de uma estrutura rígida existente com uma plataforma de trabalho suspensa por postes verticais.

Andaimes em balanço: esse modelo se projeta para fora da construção. A necessidade de segurança é ainda mais visível nesses casos. Para isso, engastamento ou um sistema de contrabalanceamento no interior da construção são responsáveis pela garantia de segurança.

Vejamos agora os tipos de equipamento que os andaimes possuem:

Sistema metálico tubular convencional: indicado para locais com interferências ou quando o sistema de encaixe multidirecional não for adequado. O sistema metálico tubular convencional é formado por tubos de aço galvanizado e acessórios como braçadeiras, luva de união.

Sistema metálico tubular de encaixe multidirecional: o sistema é composto pela ligação dos  postes verticais, travessas, diagonais horizontais e verticais  de encaixe,  formando estruturas com diversos comprimentos e alturas.

Fachadeiro: o fachadeiro compreende um sistema simplificado com menos peças de montagem e composto por quadro vertical e travessas de ligação.

E assim encerramos o nosso primeiro post da série. Esperamos que as definições e explicações aqui colocadas tenham ajudado você a tirar suas principais dúvidas. E caso precise, a ROHR possui diferentes tipos de andaime para se adequar à sua obra. Aguarde os novos posts sobre o assunto!

Compartilhar

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz