(Português do Brasil) ROHR é escalada para entrar em campo no estádio do Flamengo.

Para traducir este contenido, utilice google translate, o seleccione el idioma.

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

whatsapp_image_2017-01-03_at_20.52.32Isso mesmo. Mas, em vez de jogar futebol, iremos fazer o que mais entendemos: dar sustento a obras de grande porte oferecendo agilidade, tecnologia e qualidade em cada processo. Vamos entender um pouco mais sobre do que se trata as reformas.
Agora, o alçapão do estádio do Flamengo terá setores sem cadeiras. O setor norte e parte do sul assumirá esse tipo de estrutura. Outra mudança será na distância entre a arquibancada e o gramado. O público ficará mais perto, sendo que no setor oeste a distância será apenas de 6 metros. Tudo isso dará um ar de caldeirão ao estádio. “A concepção do estádio, com arquibancadas bem próximas ao campo, é nossa. Hoje, aprovamos a contratação da empresa que vai fazer a montagem. No setor norte não vamos ter cadeiras, em parte do sul também não. No oeste vai haver cadeiras, mas com a arquibancada mais próxima do campo no Brasil, de acordo com as normas da Fifa e com as liberações da Polícia Militar e dos Bombeiros, evidentemente “, explica Rafael Strauch, vice-presidente de administração do Flamengo.
A ROHR foi contratada para o projeto e se prepara para entregar o melhor serviço a jogadores, torcedores e todos os demais envolvidos que serão impactados com essa obra, para que ao final possamos celebrar o sucesso de toda a reforma.

Projeto da arquibancada do Estádio Luso-Brasileiro, onde o Flamengo mandará seus jogos (Foto: Divulgação/Flamengo) Fonte: G1

Compartilhar